quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Tão calma e serena eras tu....és...





Essas próximas palavras dedico à alguém muito especial cuja minha vida foi a melhor ao lado dela., por durante dois anos desfruteis de belos momentos ao lado da pessoa mais maravilhosa deste mundo..Minha Avó ou como gosto de chama-la, “bachan”, vive eternamente na minha lembrança eu te amo.



“Sentimos tanto o frio desse olhar
que ficamos doente de pensar
Quando se cruzam parecem dois estranhos
e na parede desse quarto emoldura nossos sonhos agora...”

Sentimos essas coisas agora, e você me fala:
ficará bem logo logo...

Depois você vai embora
essas horas sempre me lembram o quanto fui amada
o quanto ouvia palavras doces...
Não está mais presente.... sinto sua falta...

Essa perda foi a mais difícil
saber que não a verei mais,
entenderei as coisas de outro modo agora
e quem irá explicar...vácuo...vazio...

Sentir... sou forte agora, sinto saudades mas logo passa
sinto a dor agora, mas você me ensinou a sobreviver sem você também
assim como me ensinou a sempre te amar...

terça-feira, 27 de setembro de 2011

A verdade é que...



"Eu sempre olho o céu e espero ver seus olhos nele;é normal agora sentir o que sinto agora, saber que hoje seus olhos me encaram fixamente, é bom ver que seu sorriso me parece sincero; sentir o calor dele me faz bem agora, só espero que me pegue logo no colo e acaricie-me..."

sábado, 24 de setembro de 2011

Escolhendo caminhos...





Vamos partilhar nossas coisas
Escolher nossos votos
Encontrar lindas alianças
Escolher nosso destino de amor

Vamos colher os frutos desses anos
Completar nossa história
Vamos viver e apenas sermos felizes
Completando, se amando...

Partilhe comigo essa nova história
Descanse comigo nos finais de semana
Passeie comigo nos momentos de folga
Ligue pra mim, mas isso você já o faz

Eu quero assim pra sempre estar
Nos seus braços e de mais ninguém
Porque minha mente entende a sua
Meu coração te abraçou e não quer soltar mais

Então, vamos apenas partilhar dessa nossa
Nova vida juntos
Porque não se constrói uma vida inteira só
E eu não inventei isso,

Meu amor! Fale baixinho enquanto se arruma
Cante antes de sair
E me beije na testa
E diga que me ama e seu dia se completa comigo

Eu sou sua irresistível paixão
Eu sou sua amante nesse quarto
Não há como você se enjoar de mim
Sou muitas numa só...e sou somente sua.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Completar...



"E quando eu prefiro macarrão, e você arroz;nossas vidas ainda continuam as mesmas.
E quando eu prefiro chocolate, e você baunilha, mesmos gostos não nos ajudam, à entender nossas vidas, pois não nos completamos em algo, mas sim as dividimos..."

Não quero dividir minha vida
Quero completa-la contigo

Sou sombra você a luz
Sou amanhecer, você o anoitecer;

Não dividimos nossas vidas
Não fracassamos em vive-las

Somos completos em cada parte
Somos pares perfeitos e diferentes;

São nossas diferenças que nos mantem assim...Juntos.

domingo, 18 de setembro de 2011

Oi



“Hoje, eu o vi novamente, depois de muito tempo, achei que o tinha esquecido, mas ele me ascendeu a chama aqui dentro, e me senti novamente bem, ainda que seja uma ponta de esperança, ele olhou em meus olhos...”


Me perdi nos seus olhos,
Mas consegui encontrar  o caminho de volta
E por alguma razão que desconheço
Me  enchi de esperança hoje de novo

Seus olhos cruzaram com os meus
E na mesma direção você disse:
“Oi”
Não sorri de vergonha
Não o encarei de medo
E ele se foi...

Mas por esse “Oi” afetuoso
Me desfiz em mil pedaços por dentro
E senti uma pontinha de esperança
Mesmo que pequena,
Mas ainda sim, pude senti-lo, hoje.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Blues




Perjurei nessa melodia cantada o que pensei não ser, eu arrumei minha vida tal como, para adoça-la mais um pouco;
Cantei nas manhãs de sol, e sorri no amanhecer quando pessoas passavam pela minha janela, porque a noite anterior foi boa, me fez sentir bolhas no meu estomago, e assoviar cânticos;
Pedi para ir embora, mas você ficou, por alguma razão, você ficou... então fui tomar banho, quando comecei a ouvir um CD bem conhecido à tocar, sim, era um Blues bem velho, mas muito conhecido para mim, comecei a me lavar, lentamente, pensando no que estaria fazendo lá fora... passei para o quarto para me trocar, ainda pensando... só pensando...
Uma noite com Blues, uma boa companhia, um algo à mais por vir... meus lábios estremeceram, meu corpo vibrou, não conseguia agora me mover, ali, naquele quarto, senti a sua presença, bem junto à mim, ainda nua, somente com a toalha em volta de mim, aqueles olhos me olhavam atônitos, então me virei, vi seus olhos nos meus, eles me desejando ardentemente, fogo em seus olhos agora, um desejo toma conta do meu ser nesse instante, ele agora me toca com a ponta dos dedos, vagarosamente, desce por meu dorso, e, então o beija, acariciando minha pele, a beija suavemente, abraçou-me tão forte, que pensei que ia sufocar, mas não poderia sufocar, não ali, não com ele e, então, o beijei, nossos lábios se encontraram tão perfeitos, tão cheios de amor, de desejo que o calor só crescia mais em mim, me vi tomada de fogo e paixão, na minha sorte e tentativa de uma noite simples de musica sensata e pacata, acabaram por ser de uma noite ofuscante, e sem  ar...

Acordei, e ainda era cedo, o sol mal tinha saído de trás das nuvens, ainda estava com o seu cheiro em mim, seu corpo ainda parecia estar em mim, me virei e, estava sozinha naquele quarto, mas ainda tocava Blues, eu sorri, então desci as escadas e fui até a cozinha, preparar um chá, coloquei a água para ferver, ainda escutava o Blues no andar de cima, dancei... coloquei a erva na água, e despejei sob a peneira em uma xícara, deixei esfriar, e fui até a varanda, olhei para a rua, vi pessoas passando, apressadas, correndo, sem tempo nenhum, eu ri, voltei para dentro, peguei minha velha xícara, e subi novamente para o quarto, que ainda tocava Blues da noite anterior, sentei-me em frente a janela e só observei, pessoas passando... como as pessoas podem ser tão apressadas, nunca se preocupando com nada? Como elas podem viver sem Blues? 10:00! Me vesti pronta para sair, alguém me deteve na porta, aqueles olhos, os mesmos daquele Blues, será possível? Beijou-me os lábios tão calorosamente, que senti seu calor passando por mim, ele me abraçou, e sussurrou nos ouvidos, não planejei sair, nem mesmo vir até aqui, mas por alguma razão estou aqui e, então, só me abrace.
Aqueci meu coração, e disse: Blues é a nossa canção fazia tempo que não ouvia, e por alguma razão que desconheço, ouvi-la ontem,  nossos corpos se entrelaçaram ontem novamente, como se nunca tivessem se separado, eu vi uma lágrima sair dos meus olhos, então seus olhos me observaram quietos, sua mão se esticou na direção do meu rosto, levemente senti sua mão afagando minha face, suas palavras eram doce:
“ nos distanciamos e nem sabemos a razão ao certo, mas, nos reencontramos”

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Me vejo..."Eu"...vivendo




Sombras de um verão
Iludido
Afastando...

Sobras do verão que passou
Não quero mais lembrar
Esquecer...

Me iludi
Me perdi
Mas, vivi...

Compreendi coisas
Esqueci também
Mas, não desisti

Eu vivi o passado
Estou nesse presente dado à mim
E o meu futuro?
Quem saberá? Nem eu...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Anseio de liberdade...




Presa sem poder voar
Sem saber como é o sol
Presa na vida que se fez
Mal sabe se soltar

Tende a viver absoluta
e incompleta
Seu entorno é um vidro
transparente
mas, sem vida própria

Presa no invólucro interno
falta-lhe o ar
consome-lhe a vida aos poucos
morrendo está de tanta dor

Nada pode lhe curar agora
a não ser somente o tempo
mas, ele resolveu apenas
esquecer-te

Presa dentro de si
Presa no que não podia prever
Presa em seu destino sombrio
Apenas ansiando uma coisa

Ser liberta...Viver...e...Voar...


terça-feira, 6 de setembro de 2011

Sorrir





Sorria para ser feliz

Diga um “oi” e sorria

Cante cancoes alegres

 

Fale bem mesmo que te insultem

Conheca seu passado

E entendera seu futuro

Mas, na verdade o que interessa

E o seu presente “viva-o”


Sorria mesmo que nao sorriram pra voce
Se sinta orgulhosa de voce mesma
Mesmo que obstaculos aparecam

Mesmo assim a vida vale a pena ser vivida

Sorria!
Eu sorrirei pra voce!