sábado, 29 de outubro de 2011

Momento perfeito



Meus olhos enxergam a verdade que tu passas
As escolhas me movem até você
Eu somente sonho com os olhares em mim;
E a sua voz dizendo o quanto sou linda

Ah! Mas isso você já o faz perfeito
Eu presto atenção então nas curvas perfeitas do seu rosto
Me prendo nos detalhes do seu corpo
Desarrumo o cabelo, me jogo na cama

Espero você chegar toda linda na moldura perfeita dessa cama
E num toque do seu beijo
Acordo e entrelaço-me em seu corpo


Soluço-me no desejo árduo de te sentir em mim
E na cama eu me realizo em seu prazer
Dentro do íntimo desejo de apenas ficar...

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Sorrisos...


É sorrisos agora
Abraços depois;
Vicio de beijar
Amar e depois deitar...

É somente tempo de ir
Sonhar no caminho
Realizar ao chegar
Viver enquanto estamos...

É um tudo de querer estar
De sair correndo e te encontrar
Mover os pés na sua direção
Olhar o que tem de belo em você...tudo

É sorrisos e caminhos claros
Amor de amizade
Verdade de sentimento
Transgressão de pensamento

É sorrisos e você...

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Entendendo o porquê...




Tão despreocupada
Nem sente a brisa da manhã
Nem tão pouco os raios de sol
Entrando pela janela

O vento batia na cortina
Empurrava-a, e deixava lançar-se
Nas curvas finas do corpo
Beijava as costas frias, do vento que batia

Fazia frio,
Hora calor
Minha mão suava
E eu transpirando de desejo aqui...

Sem o seu corpo no meu
Eu entendia agora a cama vazia toda manhã
Mas as janelas abertas ao sair
Me queria fresca e nua ao voltar...

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Descuido...e...Sorrisos



"Eu pus meu coração naquela janela, para apenas tomar um ar, ele se descuidou e caiu no chão, era alto de onde estava, se machucou, sai correndo para resgatar, e descendo as escadas, ele começou a bater tão forte, e cada vez que eu me aproximava da porta, mais ele batia forte;
         Quando eu abri a porta e vi aqueles olhos, senti-me tão feliz por ele ter caído bem ali, por sorte o coração não se machucou, antes que pudesse atingir o chão, alguém o salvou;
         Então ele sorriu de volta..."

sábado, 15 de outubro de 2011

Não vou mais esperar...Porque...






    "Hoje eu tenho razões pra dizer que eu amo alguém; E como amar alguém que nem mesmo te tocou? nem beijos você ganhou... são somente palavras que nos tocam... tuas palavras doces e serenas que agora se tornaram meu porto seguro; eu sei que para os seus braços posso correr, quando tiver medo... e nos dias frios de tempestades você então, me aquecer... Meu anjo, és você agora a razão para viver e respirar Então, quando você estiver sentindo minha falta, apenas olhe para o céu e cada estrela que olhar, sentirá a força do meu beijo em você..."

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Tempo pra tudo...menos chorar!




Caros amigos poetas aqui venho maravilhada aqui dizer que um blog novo de um amigo é tão cheio de sentimento,e peço gentilmente que o siga porque sei que vocês assim como eu se apaixonará pelas letras escritas com tanto amor e carinho. Chá com Silêncio


No fundo sei a resposta
Mas tenho medo de entender
Às vezes prefiro esperar à ter que
Descobrir direto...

Não devo ser assim, sei disso
Mas, agora, tenho medo,
Eu posso esperar pelo “sim” dele
Mas, por quanto tempo esperar?

Ele me busca com os olhos
Me procura se eu não estou
Lê minhas mensagens
E meus pensamentos

Decodifica todo sentimento ruim
E me transporta nas suas asas
Então, porque estou sendo boba?
Então, porque não estou com ele agora?
Não desisto de quem ainda não desistiu;
Apenas dando um tempo para que ele pense...
Dando um tempo para que ele sinta minha falta...ele sente

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Preciso falar...



“Precisava de espaço, caminhar e dizer algumas palavras…e quando precisei te ouvir, você se calou…”
Alguém, me ouça agora!
Digo palavras para o amor da minha vida!

Hoje acordei dialecto, cheia de palavras amorosas
com um só sentimento no peito
Fiz poemas mil, apaguei-os
ninguém os leu, somente eu…
Mas, hoje meu amor se tornou obrigatório
preciso que ouça essas palavras
Mesmo que depois vá embora sem dizer uma palavra
Cantei nas sombras do meu coração
viajei nas lágrimas deixadas cair dos meus olhos
eternizei o momento de nós dois há anos atrás
Então chegado esse momento, não esperarei,
não deixarei tu passares, sem antes me ouvir…

Queria apenas uma resposta, um “Beijo”
Queria apenas o “depois” não importar
Queria o “passado” não se entrepor na nossa vida
Queria agora apenas desfrutar desse momento junto de você “meu amor”

‘Querer não é poder”, mas podemos tentar querido, só me dê sua mão e me acompanhe…

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Conexão





Sabe naquelas horas de desapego, somos tão contrários assim, a ponto de  nem nos encontrar mais?
Quando as pessoas se conhecem elas estabelecem um vinculo que ninguém consegue explicar, e um simples fato que acontece assim, somos ligados, não por sangue, nem por parentesco nem nada disso, mas, pela afeição que nós dois conseguimos estabelecer, essa afeição não se vê, não se pega com as mãos, mas, se sente com o coração, e se vive com a alma.
       Nossas vidas de alguma forma permanecerão ligadas, mesmo que nos separemos por décadas, existirá essa linha invisível entre nós, nossa amizade construída ao longo dos anos, as lembranças que passamos juntos debaixo da velha árvore de cascalho, ou quando as chuvas que tomamos nos permitiram estar  juntos, molhados, mas, juntos naquele momento...
       Vidas que de acordo com nosso tempo de vida juntos, permitiram perfeita conexão.

domingo, 2 de outubro de 2011

Meu amor por ti, não se acaba...




Eu ainda anseio por aquele beijo
Mesmo que possa parecer criança esperar;
Meu coração se aquece quando está por perto
Mesmo que seja ilusão te esperar
Sei que sentes algo por mim
E tens medo de falar-me...

Se ainda sentes algo meu amor
Não tenhas medo, venha falar-me
Sabes bem que eu o amo
Sabes bem que não há ninguém em meu coração
Alem de ti
Sim, eu te amo meu amor...

Ainda anseio pelo abraço
Pela voz em meus ouvidos
Estranho eu pensar que você
Possa me amar desse jeito
Não te conheço
Não sei nada a seu respeito
Apenas que é amigo de alguém
Próximo a mim

Fico assim quando te vejo
Sem ar,
Sem o chão
Sem a respiração
Fácil dizer que agora me sinto bem
Porque apenas estás presente,
Estranho eu ficar assim sempre que aparece
Estranho mesmo é eu te amar dessa forma
Mas meu coração é assim
Ama mesmo que não o amem...
Sei que um dia ele encontrará alguém que o ame igual
E espero ser você...M...