sábado, 28 de janeiro de 2012

Única




Porque eu posso querer me enganar

Com suas mãos em volta de mim (agora)
Eu posso querer me deixar entregar (sozinha)
E não querer mais sair...

Porque a ignorância cegou minha visão
E meu coração; deixando que a luz fosse se apagando
Aos poucos, e agora não consigo pronunciar
Aquelas palavras...doces palavras 

Sentirei falta, tentarei atenuar a situação
Tentarei imaginar como será sem você;
Mas, nunca suportarei
A ideia de esquecer...

Porque o que vivemos foi forte
Intenso demais...
O que aconteceu, não nos fez terminar para sempre
Apenas para que possamos encarar as dificuldades futuras

Pensarei nisso enquanto me martirizo no escuro
Pensarei em você enquanto revejo nossas imagens
E quando o sol se pôr,no horizonte, meu beijo te encontrará
“A presença é a carne que sangra nas nossas mãos
E a saudade é o sentimento que permite eternizar”

Porque eu posso sentir sua falta agora
Porque eu posso sangrar de dor ao te ver partir
Porque eu posso não saber onde estará
Mas, posso ter certeza que no seu coração...

Apenas existe uma... Eu.


sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Desolação



A solidão é o fim de quem ama;
A perdição dos nobres apaixonados
A solidão é a estranha da vida alheia
Tão voraz na sua busca mortal de destruir

E quem tão pouco se dá nesse amor
Está condenado à viver só;
E ela apenas te dará o fruto amargo da desgraça
É destruidora do amor.

Sangrar não é mais a questão...
Doer nem tanto assim, dói mais...
Sozinho nem sei mais se já estou...
Mas, ciente de que a solidão...amarga...minha vida agora.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Sentimentalidades transversas...




Porque eu posso querer me enganar
Com suas mãos em volta de mim (agora)
Eu posso querer me deixar entregar (sozinha)
E não querer mais sair...

Porque a ignorância cegou minha visão
E meu coração; deixando que a luz fosse se apagando
Aos poucos, e agora não consigo pronunciar
Aquelas palavras...doces palavras

Sentirei falta, tentarei atenuar a situação
Tentarei imaginar como será sem você;
Mas, nunca suportarei
A idéia de esquecer...

Porque o que vivemos foi forte
Intenso...demais...
O que aconteceu, não nos fez terminar para sempre
Apenas para que possamos encarar as dificuldades futuras

Pensarei nisso enquanto me martirizo no escuro
Pensarei em você enquanto revejo nossas imagens
E quando o sol se pôr,no  horizonte meu beijo te encontrará
“A presença é a carne que sangra nas nossas mãos
E a saudade é o sentimento que permite eternizar”

Porque eu posso sentir sua falta agora
Porque eu posso sangrar de dor ao te ver partir
Porque eu posso não saber onde estará
Mas, posso ter certeza que no seu coração...

Apenas existe uma... Eu. ♥