terça-feira, 21 de outubro de 2014

Só vc sabe o caminho que segue...



Boa noite amiguenhoooosss!!! Opss: Boa madrugs galerrreeeeeee linda do meu core

Sabe o que combina com chuva?
beijos molhados e abraços apertados!
Sabe o combina com beijo na boca?
o frio que desce a barriga e percorre a espinha.
Sabe o que mais combina com tudo?
viver sobre ela e intensamente se deixar levar!

Amiguenhossss, to aqui pra falar que já começou a minha best série vampiresticaaaa favorita#TheVampiresDiaries #Season6 e não tá nada fácil aguentar esperar toda semana até quinta-feira, pra ver novos eps, mas fazer o que, essa vida de fã de séries é assim mesmo neh...

Pensando um pouco, até que é bom porque ai podemos ver as outras séries, ahh é mesmo, no momento sem novas séries, rá-rá

Terminei enfim, o último livro da Babi Dewet Sábado à Noite 3, Com Amor e Música...

Vocês querem resenha de Sábado à Noite? sobre os três livros da trilogia, que eu me apaixonei eterna pelo Daniel e pela Amanda, e desapoixonei tbm pq olhaaaaaa, sofri nas mãos dela :((

Mas, enfim, sem mais delongas aqui, deixem o coment, se vcs quiserem a minha resenha sobre San ♥
 Só pra deixar registrado meu desespero por essas pessoas, MV MARAAAAA UNIQ ♥ que talvez vcs nunca devem ter ouvido falar na vida, mas isso amigos, é KPOP é minha doença eterna ♥

Bjoss e KPOP galeraaaa ♫♪

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Breve, novidades no Blog!!!!!


(Foto By Me)@

Não esqueci meu blog, só que ultimamente não estou acessando meu computador, por motivos (lerdeza) PC lerdo demais e eu sem paciência com ele, ai resulta numa briga eterna, ai quando eu estou disposta, como hoje neh, eu venho e não me importo, preciso só informar, que enquanto eu não acessava o blog aqui, terminei de ler #San3 da minha querida amiga Babi Dewet

Sofriiiiiiiiiiiiiiiiii demais lendo esse último livro, mas breve contarei como foi minha experiência lendo...


Amiguenhossss do meu kokoro logo menos eu estou aqui contando tudo e tenho fotos lindas e perfeitas pra mostrar do meu rolê pela city aqui...

Bjoooss e KPOP♥♥

sábado, 4 de outubro de 2014

2 Blogs ou mais...



Bem, vou falar aqui, como é ter dois blogs para atualizar hehehe

Na verdade é bem puxado vc ter que atualizar dois blogs de uma vez, mas um sempre acaba ficando mais para trás viu, não porque eu dou menos importância pra ele, mas porque esse, se torna o meu blog de confissões, da sinceridade, funciona meio que diário tbm, e esse aqui, um blog de fazer amigos ♥
esse blog Flor de Cereja, é o meu bebê, meu mimo, onde eu vou postar meus sentimentos reais lá dentro...

Sintam-se a vontade de ler sempre que quiserem ok ♥

Por hora, meus amiguenhosssss isso é só, amanhã, bem provável que estarei ausente, mas não deixem de passar por aqui, porque na próxima semana, voltarei com tudo e novidades

Beijos, Livros e Música

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Música é tudo igual mesmo?

Boa noite pessoas lindas e mágicas!!!

Hoje eu quero falar com vocês, sobre as coisas que eu gosto mais, além de ler, entrar nas livrarias, e quando sem dinheiro, PASSAR MUITA VONTADEEEEEE!!!!
Então, hoje, estou aqui pra falar sobre músicas, o que rola quase sempre, se não sempre no meu ipod haha
KPOP!!!!

Ai vcs devem se perguntar, o que essa doida tá falando meeooooo deeoossss, que que é esse tal de kpop?, Calma galera, não é um bicho que morde tbm neh, na verdade é um bicho que vicia eternamente, claro, para aqueles que gostaram quando ouviram pela primeira vez e de alguma forma tocou elas hashahaha
Posso falar? kpop (música koreana) kdrama(novela koreana, esse universo asiático sabe, me pega de tal forma que eu fico presa nele hahahah
E nos momentos pra escrever, ler, e fotografar, está sempre presente :)))

Mas não só isso, vou mostrar, como pretendo voltar com tudo nesse blog que estava meio parado até o momento neh então lá vai, preparados?

Minha super câmera power full, mentira hahaha é uma basiquinha msm neh, mas vai me ajudar bastante, e um super ipod touch geração 5,(apple sempre encantando as pessoas).



Mostrar um pouco aqui da minha casinha o que me faz feliz :))

Falar que eu lendo #San da #BabiDewet minha querida e fofa amigame deparo com essa cena no livro, foi mesmo um amor ter lido isso, depois de tanto nervoso passando com esse livro neh u_U


Se vc quer diminuir a gravidade das coisas, leia...


Então acho que por hoje é só amiguenhossss, até amanhã, ou depois, pq eu vou precisar de um dia ou dois, pra fazer minhas unhas, e assistir minha série amor que acabou de começar nova temporada, The Vampires Diaries, isso aí é outro tópico que vamos discutir aqui...:))


Bjoos, Livros e Música

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Um Conto Da Deusa

Boa noite pessoas lindas!!!

Hoje vou começar a falar sobre, como foi maravilhoso ler Um Conto Do Destino da autora Natsuo Kirino, eu devorei esse livro, e muita gente me perguntava se eu tinha coragem de ler um livro desses (hahaha), mas achei super tranquilo.

Namima era uma miko e para quem não sabe, o significado de seu nome, é "Mulher-Em-Meio-Às-Ondas", nascida numa ilha distante ao sul, mas muito distante mesmo, tinha apenas dezesseis anos quando morreu. Ela hoje serve à Izanami, que significa "a mulher que convida", Izanami teve um marido, que se chama Izanaki. Namima passou a servir a deusa Izanami, que se dedica a arruinar a vida de seu marido, que a deixou trancada num lugar esquecido por todos.
Não sei como dizer, mas me apaixonei pela Namima, ela é doce, é real, e só queria ser livre e poder fazer o que quiser, mas desde muito cedo, se viu obrigada a servir e obedecer por regras que não queria, e sentia medo de seus deveres e obrigações como sacerdotisa da trevas.
Como o próprio nome já diz, ela era obrigada e guardar o reino dos mortos, e guiar as almas perdidas para que encontrem a paz, é, o Japão tem muito disso, de acreditar em almas, espíritos e essas coisas.
Sua irmã Kamikuu, era linda, e as duas eram super amigas, até chegar o grande dia, que começou a mudar drasticamente a vida das duas.
Kamikuu, teve que ser ensinada, e aprimorada pra quando chegasse a hora, ela pudesse assumir o seu lugar como Oráculo da pequena Ilha, e sua irmã por sua vez, seria obrigada a assumir seu posto como a sacerdotisa das Trevas, separadas e sem nunca mais se verem...
Ai  começa a historia de luta e desobediência de Namima, ela foge da pequena Ilha, em busca de um novo lar, foge com aquele que ama, que a encorajou a fugir, ou assim ela pensava que fosse...
Os dois tiveram uma filha, e por essa razão, ela decidiu fugir, largando tudo pra trás sem nem mesmo pensar nas consequências, se foi...
Namima, em um pequeno barco com seu amado, prestes a chegar em seu destino, ficou totalmente desacordada, e quando acordou, percebeu que estava morta...aos dezesseis anos.
Foi aí que deu seu plano de vingança, foi traída, roubada, porque tiraram sua filha, e a vida, e o amor que ela pensou que ela tinha, mas era de sua irmã, até nisso sua irmã conseguia ser melhor...Era tudo uma grande mentira, para Namima acreditar e sofrer ainda mais.

 (Ps: meu marcador de livro, levando meu nome em japonês)




Difícil explicar esse meu ligamento com a Namima, porque eu gosto tanto dela, esse personagem cativou muito, sua história, mas sabe, tudo acontece por uma razão, ela teve uma razão, não acho que ela fez errado em ter feito tudo que fez e ter matado o marido da irmã...ela o amava primeiro, mas foi enganada por ele. E aí o ódio cresceu.

Mas chega de prolongar o assunto aqui, vai acabar ficando chato, vocês precisam ler esse livro!!!!

Bjoos

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Como ser eu, parte um

Eu queria escrever alguma coisa que não fosse banal, e que pelo menos fosse útil para algumas pessoas, ou todas...
Em vez disso eu fico postando inutilidades e transgressividades absurdas, ou poderia também, contar como foi meu dia, ahh, mas aí deixaria todo mundo morrendo no tédio hahahaha
Em vez disso posso contar como eu sou apaixonada por livros, incrivelmente fascinada, atualmente estou lendo, o último livro da minha amiga super linda, Babi Dewet, Trilogia #San, para os que não conhecem, como abreviação, seus livros são. Sábado à Noite 1, Sábado à Noite 2 Dos Bailes Para a Fama, e Sábado à Noite 3 Com Amor e Música♥ e como eu disse, estou lendo o terceiro, com um pouquinho de raiva, porque se for possível existir uma pessoa tão, mas tãoooooooo filho da puta, esse alguém, é o Daniel de #San3, obrigada Babiiiiiiii vc conseguiu!!!!
 

Posso falar sobre como é ter uma fila de espera no seu guarda roupas, de livros, e não se aguenta toda vez que entra em uma livraria...


Mas prefiro continuar com as notas diárias, de sempre me lembrar, de como é bom, mas muitoooooo bom, ser louca, porém feliz, com livros e amizades...

Eu posso não ter encontrado meu príncipe encantado, ainda, mas nos livros eu encontro algo que preencha esse vazio, por enquanto, até ele aparecer para mim.

Obrigada, por ouvirem aqui, espero que tenham gostado da sinceridade de uma pessoa insanamente louca, real, e fanática no mundo dos livros e da música, vou colocar aqui o link da música que usei para escrever esse post ♥ 


 Bjoss


domingo, 10 de agosto de 2014

Cont...conto qualquer...




Eu então sorri como se não houvesse mais o ontem, e nem o amanhã, e você olhou para mim e sorriu, enquanto levava seu café aos lábios, sob a caneca ainda aos lábios, com aquele olhar que eu ainda me lembro, desde o primeiro dia de nosso encontro, sorristes para mim, e baixou então a caneca, agora já vazia, e disse;
- Precisamos ver o dia nascer, e terminar naquele pôr do sol do nosso primeiro beijo...
Meus olhos se encheram de lágrimas. – Ele ainda lembra do nosso primeiro beijo. Senti uma necessidade de perguntar.
         - Você ainda lembra do nosso primeiro beijo?
Num súbito momento ele então respondeu.
         - Como eu poderia me esquecer do melhor sorriso, da melhor boca já provada, do melhor abraço, da melhor mulher que já cruzou minha vida e nunca dela ter saído...Amar você foi a melhor coisa que já me aconteceu nessa vida, apesar de estarmos à dois bancos de distância agora, ainda estamos juntos, e temos um elo muito maior que o universo, você não pode simplesmente esquecer o que é importante pra você, simplesmente não consegue, é impossível.
Eu ouvi cada palavra do que ele havia dito naquela manhã, e quando eu dei por mim, ele estava a segurar minha mão, com um leve toque, sussurrou ao ouvido “Eu sempre vou estar aqui” então respondi simplesmente “Eu sempre estive aqui”
Às vezes o amor tem disso mesmo, parecer que a distância mata um sentimento, mas na verdade estar apenas fortalecendo.
Foi assim que o amor me resgatou do abismo que eu descia a cada dia, pensando que o amor havia me abandonado, em meio à um simples café sem açúcar, e chocolate quente com muito açúcar, nossos controvérsias se encararam e entenderam que nossas diferenças não eram o bastante para nos separamos, e foi assim que nesse dia começou à se escrever nossa história.

Foi ai que eu percebi que amor, não é apenas um bom entendimento nem uma conversa entre panos limpos, é só um café sem graça, com um pouco de chocolate adoçado.

sábado, 2 de agosto de 2014

Um conto qualquer




O que parecia perfeito, era somente um breve momento de um olhar que não se viu nada.

Eu descia as escadas enquanto você apenas tomava aquele seu velho café de sempre, amargo, sem nenhuma gota de adoçante, porque sua diabetes está atacada, minhas velhas botas que por sinal, pararam de ranger quando eu ando, agora fazem barulho ao descer as escadas da sua casa, queria ser silenciosa, para poupar sua enxaqueca matinal, então eu me sento no banco à pelo menos dois bancos de distância de você, para evitar qualquer contato físico e visual, e não piorar seu mau humor desgraçado, encho minha caneca com muito chocolate quente, mais chocolate e açúcar do que de costume, então você apenas levanta os olhos e com aquele olhar que eu sei que está me condenando e dando o maior sermão, que eu devo pensar na minha vida futuramente, e blá blá blá, coisas que eu sempre acabo ignorando quando você diz... com esse mesmo olhar, mas dessa vez diferente, porque até então você ficava calado, de repente você diz:
         - Você devia mesmo se preocupar mais com sua saúde!
Eu fico apenas surpresa, porque esse é o primeiro diálogo matinal que tenho com você em cinco anos de convivência...eu apenas digo.

         -Prometo ser mais cuidadosa. E sorrio pra ele

Prometo continuar essa história :))

domingo, 20 de julho de 2014

Friendship (Amizade)




Hj estarei nesse blog, escrevendo como a forma mais usada nas redes sociais pq esse post de hj, pertence a uma postagem de facebook, dedicada a um dia de amizade, uma felicidade infinita, a uma amizade que mesmo estando distante ela ainda existe e dura eternamente, dedicada a amigos q sempre vai estar aqui no meu coraçaummm por isso dos erros e das formas estranhas de escrever aki.

gente, segundo minhas contas aqui, ja vi uns 32852496277456952 dias do amigo, mas ok, pra mim dia do amigo é todos os dias, enquanto estamos felizes, tristes, e em todos os momentos devemos lembrar que dia do amigo, é sempre que estarmos com eles...
Aliás passei um como se diz ai "dia do amigo" hoje  maravilhoso com a best Marina Panunto e familía linda e namorado dela chatonildoooo Pablo Júnio valeuuuuuu cada segundinho do dia hoje :)))


Amizade é sempre estar junto mesmo separado, é possível ter uma melhor amiga que more longe de tu, tipo Mayumi Tomimura não sei como nasceu essa amizade, só sei que foi tipo, do nada, e quando a gente viu, já estava ai crescendo e durando infinito, amizade não é somente um dia, amizade, é convívio e sempre estar do lado, ou não, apoiar e saber o momento certo de parar, e dizer, esquece, siga em frente, ou dizer, vai lá, vai fundo e tenta mesmo, se não der certo, pelo menos vc tentou, e não pode se arrepender, amizade é sempre desejar o bem sem olhar à quem, amizade é vc perceber seu amigo...é existir simplesmente...Amizade é isso, na minha humilde e singela opinião. Agora pra vc, eu que te pergunto?

PS: a foto não é minha

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Alguma parte foi perdida...




Quase sempre aposto em tudo, e perco quase tudo, se não nada, sempre vivo perdendo algo, esquecendo tudo, jamais encontro nada, sempre vivo perdida, tentando buscar, me buscar, se encontrar, ou apenas ser encontrada, tenho velhas manias desleixadas de ser, sofro de insônia crônica, distúrbios pós traumáticos, momentos ilusórios e transtornos bipolares, concluo que essa minha vida possa ser cheia de desventuras em séries de dois, não, três, ou quem sabe mais, conclui que tudo que vivo, ou penso que vivo, é apenas um momento breve, ou eu assim penso ser, só sei que até descobrir o que faço de bom nessa vida, ou saber pra que vim, tô só tentando ser eu mesma.

Aqui jaz um morto sabedoria
Um sentido de trás pra frente
Um destino cruel de morte
Com um sorriso esperando

Sentado numa pedra, 
Conclui a história da minha vida
Baseada em relatos
Ou só feita de momentos

Sentei na estrada e destruí a verdade
Pisquei pra saudade
E matei a vontade
Mas esqueci de verdade, que era tudo saudade
Que a mentira veio com vontade

Sobre sentar numa pedra,
O que esqueci de dizer foi;
Preciso de um copo de leite
Beber com vontade
Esquecer de verdade...

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Desabafo de mim mesma





Sério, não sei o que leva uma pessoa, pensar que só porque ficou com você uma vez, se acha sempre no direito de te roubar um beijo e chegar já te agarrando em alguma festa que vocês estão juntos (apenas como amigos), que aliás, venhamos e convenhamos que você meu amigo, quase nem fala comigo direito, somente em casos de quase um coma alcoólico.

As pessoas tem uma forma bem peculiar de se portarem na frente dos outros quando está totalmente bêbadas, e eu acho isso tão estranho, na verdade a palavra seria, diferente, não, verdade, Tosco, porque eu acho pessoas embriagadas tão sem graças, olhar pra elas, eu sinto tanta pena, sei lá, só sinto isso, não consigo ter outro sentimento, além desse.
Eu gostaria de entender como funciona a cabeça de uma pessoa embriagada, mas depois de ver certas atitudes, não é preciso ser nenhum gênio pra saber, é tão tosco, que chega a doer a visão...

Breves são os momentos
Aproveite o espaço
Curta essa distância
Diminua as tentações

Pessoas podem nos tirar do sério às vezes, mas elas são importantes, cada qual com seu valor inestimável, mesmo as mais embriagadas, é difícil curtis certas coisas na hora, mas tentamos apenas não decepcionar, e mesmo nas horas difíceis, elas garantem sustento.
Então, concluo isso como, sinto raiva, às vezes quero espancar, quero bater, quero chutar a cara, quero matar, mas sei que é passageiro, e que é meu amigo, devo perdoar.. mas..deixa pra lá, amanhã a gente esquece tudo, ou não neh

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Um Pouco da Blogueira!!!




Hoje eu queria contar pra vocês, o que se passa aqui dentro de mim, tá, eu sempre escrevo coisas de sentimentos, às vezes pensam até, que eu mesma sinto tudo aquilo que escrevo, okay, agora vamos à sinceridade absoluta.
NEM METADE, espera, NUNCA de fato senti nada do que escrevi até hoje nesse blog, e agora estou aqui confessando, de cara limpa, alma lavada, é porque eu acabei de tomar banho (risadas grades).
E eu tô aqui sem medo de falar que eu nem passei perto de cada sentimento captado nas palavras lidas, e sem medo de ser condenada, o fato é, é que eu ainda anseio por um sentimento assim, que às vezes te tire o fôlego, te deixa bambo, te deixa sem reação, e ainda não o encontrei, okay okay, não vim reclamar da falta de um amor, ou da falta de amar, ou mesmo ainda, da falta de alguém aqui comigo, estou eu aqui, sendo A SINCERA, de peito aberto me abrindo pra vocês pela primeira vez nesse blog, é algo inédito CARAMBA, me aplaudam neh (me sentindo, enquanto escreve este post), eu estou aqui praticamente de joelhos falando e implorando pra que leiam essa joça de vez em quando, tá peraew, não tô de joelhos não, mesmo porque, dói se ficar muito tempo viu.
Eu me dou bastante, espera, não sou puta okay, não saio por ai dando não, me doou na realidade, numa amizade, numa relação não sei, ainda não me doei, então whatever.
Ser sincera num blog às vezes é bom, ajuda, acalma, relaxa a alma, e abstrai...
Senti falta do meu espaço, estava eu mesmo um pouco afastada daqui, mas agora estou retornando para esse mundo blogatico e maluco, mas cheio de verdades.
Espero que gostem desse post maluco, nada a ver com o tema, nada a ver com o que eu escrevo, mas totalmente sincero dessa vez, isso é meu, de mais ninguém, por favor não copiem, se gostaram mesmo, peço então que deixem seu recadinho, sua mensagem aqui embaixo, me peçam antes, ai eu deixo que copiem ♥

Ps: a foto é minha, não copiem, não divulguem PORFAVOR!!!

Beijos e até amanhã da sua blogueira sentimental, Sayuri Okamoto.

sábado, 24 de maio de 2014

Crônica de uma menina em prantos..




Que o meu mundo comece aqui, ou que tenha algum sentido tudo isso, que pelo menos eu não sofra tanto, como já sofri, mas posso ser sincera? Se eu pedisse mesmo, pra não sofrer, que sentido teria a minha vida nisso? É um fato eu querer não me machucar tanto, mas é um fato ainda maior, eu perceber que todos esses ferimentos que a vida me presenteia, faz parte do processo natural "vida", se eu não sofrer ou não passar por essas provações, não aprenderei que a vida é linda, apesar de tudo.
Se você olhar pra mim agora, verá que eu estou chorando, sofrendo por dentro e mais ainda por fora, está meio que explícito essa parte, mas se você me olhar, e me enxergar de verdade, verá que minhas lágrimas escorrem agora, de tristeza, mas de tristeza porque, você não me vê...(não da maneira que eu preciso) se, mas se, por um instante você perceber, que eu tenho esses momentos naturais (para mim) então, verá que eu vivo apesar de tudo, e tento sorrir pra você, mesmo que as lágrimas insistam em cair, mas eu sempre tento não deixar que você perceba essa pessoa sofrida, melancólica que sou, sentimental eu sou não é mesmo...
Quando eu enfim encontrar uma maneira de mostrar que eu consigo, ficar na sua frente, e não chorar, espero que ainda esteja por perto...


terça-feira, 25 de março de 2014

O que vc deseja para os outros?

Talvez eu possa me preocupar mais contigo, que comigo mesma...
Talvez eu deixe de amar um dia
Talvez eu deixe apenas voar
Ou então você me deixa ser livre...

Que eu seja livre desse sentimento, que mesmo que eu me arrependa amanhã, quero viver sem ter preso dentro de mim, essa vontade insana de querer-te.
Acabou toda a minha a pressa de viver por você, se eu pudesse então, não choraria mais por ti, e aí você passaria a me querer como deveria...
Mas isso só faz parte de um plano tão distante de mim, de nós...
Apenas esquece... Esquece que um dia eu estive na sua vida, ou que eu um dia fui capaz de te querer...

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

pense em algo



seja o tipo de mudança positiva que verá futuramente, seja algo que não vai conseguir explicar para seus filhos futuramente, mas que vai conseguir dar-lhes atenção necessária.
seja o lado positivo da pilha de alguém;
mude a rota, e volte se for preciso, mas não esqueça de caminhar na luz;
contrate um bom humor pra sorrir de vez em quando, seja o abajur da sua escrivaninha, ou de sua cabeceira, esteja sempre presente;
volte o caminho e o cubra  com sal grosso, adormeça na sombra, e evite sol na cabeça, porque ele faz mal;
aconteça o que acontecer, saia da rotina e fique louco às vezes, saia na rua de samba canção e camiseta, corra na chuva, (não está chovendo) improvise a chuva;
e viva, mas viva de acordo com seus passos, apenas obedeça sua cabeça e siga seu coração...ele aponta a felicidade.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

desabafando...


Se a gente não percebe logo de cara as coisas boas da vida, acabamos por perder as melhores fases...
Às vezes é preciso um empurrãozinho para que possamos enxergar, ou mesmo a intervenção de algo ou alguém.
Mesmo que esteja na nossa frente, ficamos cegos por alguma coisa, que tenha acontecido ou esteja acontecendo...
O lado bom da vida, consiste em não perder os detalhes que vão fazer você sorrir mais, se divertir mais, ser você por mais tempo que o necessário, ter a sua vida em controle absoluto.
Ver o lado bom das coisas, é ter no mínimo um raio de esperança, permite que você esteja no controle, e se identifique na multidão que o cerca.
As pessoas à sua volta vão dizer que não, mas você vai lutar contra, não porque quer contraria-las, mas porque acredita em si mesmo...
E se viver não for o bastante, ainda existe a possibilidade de mudanças, fazer algo diferente, você passa a vida inteira acreditando que a mudança em si mesmo, é por ela, e descobre que tudo isso, foi só por você...
Conhecer ela, não foi errado, foi “acaso”, ela entende você, assim como você a entendeu quando a viu.

Deve soar estranho pra você estar lendo tudo isso, mas pra mim, soa como uma segunda chance do destino pra nós dois...é só deixar acontecer.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Só entenda uma coisa...eu te amo, só isso...







Quer saber mesmo como tudo aconteceu? Como eu fiquei tão assim, apaixonada por você, ou como de repente eu não sabia mais viver sem poder ouvir tua voz...
Um dia a gente começa a conversar, e quando nos damos conta, estamos falando por horas, e não uma nem duas, mas sempre estamos, mesmo que somente por ouvir nossas respirações, mas temos essa necessidade de um sentir essa parte...
Talvez eu goste desse seu jeito bobo de falar comigo ao telefone, ou porque você me diz coisas que me fazem sonhar contigo, ou mesmo ainda, porque você só é a pessoa que eu estou esperando faz um tempo já...
Mas você vai dizer, que eu posso estar me enganando, porque gostar de você é um erro, e eu vou sofrer, porque você não serviria pra mim, mas deixa eu apenas te falar uma coisa simples, não preciso que você seja o cara perfeito para mim, te aceitei mesmo sem nem saber como é tocar sua pele, te aceitei não porque você é perfeito, porque se eu quisesse o cara ideal, o perfeito dos meus sonhos, (se existir) esperava cair do céu, mas eu quis você, dentre todas as opções possíveis à mim, escolhi você sabendo de todos os seus problemas, de todas as suas lágrimas do passado, escolhi você, porque quero fazer do seu dia mais feliz, me amando e me mimando como menina boba que quer um abraço, te escolhi pra ser meu príncipe imperfeito e cheio de defeitos, se você vai ou não me fazer sofrer, deixa que eu te digo, amor!