domingo, 11 de outubro de 2015

Você tinha o péssimo hábito de gostar de mim sabia?



"O amor é como uma brasa, ele pode se (re)acender, mas se você pisar em cima dele, você o destrói para sempre"


Mas você gostava de mim do seu jeito, e eu nunca entendia se você estava comigo, ou se não estava...era confuso estar com você...
Às vezes você estava comigo, mas para as outras pessoas, éramos apenas bons amigos, amigos que frequentavam as casas um do outro, os quartos um do outro, amigos que deitavam no colo um do outro, mas que não eram nem de longe um casal de namorados, o que na minha cabeça, éramos namorados, mas pra você, não...o que era verdade em você?
Os dias iam  passando e as coisas foram ficando cada vez mais sérias entre a gente, você pegava na minha mão, me fazia um carinho, me dava um beijo selinho, seguido de um beijo que me tirava do chão, mas tudo isso, ninguém via...e só você sentia, só eu sentia, era apenas nós... era bom? Sim, era, mas quando perguntavam o que de fato éramos, eu olhava em seus olhos, e nada via...então a resposta mais óbvia “amigos”...e tudo voltava a adormecer... não dava pra entender você naquela hora, você me queria com você, mas também não queria, era isso?
Ai dias depois, vinha você, e como quem não quer nada, me falava palavras bonitas, me cantava nos ouvidos, pegava na minha mão novamente, e tudo se derretia dentro de mim, me rendia nos seus encantos de novo... você pronunciava meu nome e tudo era tão doce, e quase esquecia tudo que tinha acontecido antes, você e eu de novo, era o sonho mais bonito do mundo, tudo tão perfeito que... tinha que ter o “que” o “e se”” a vida começou a ser feita e baseada toda no “e se” e você foi-se desfazendo dentro de mim, até não sobrar mais nenhum sentimento, e foi restando apenas mágoa, dor, angustia e um sentimento de que tudo que fiz foi em vão...sempre pensei que relacionamento fosse diferente.
Tudo que você tinha que fazer era apenas uma coisa, uma única coisa, uma atitude de quem quer ficar com a garota dos sonhos, sabe, por muito tempo você foi o meu garoto dos sonhos, o cara perfeito em todo o universo, mas não cabe mais cicatrizes nesse coração, e aprendi que você não vai mudar, ok, posso estar errada quanto a isso, as pessoas podem mudar, mas sabe, meu coração não quer mais dar vazão a um sentimento que mais parece um circulo vicioso, que só eu estava me machucando e me decepcionando tanto, que as marcas foram se aprofundando, e ninguém via...
Obrigada pelos momentos mágicos que você proporcionou naquele tempo, mas acho que está na hora de cada um seguir o seu caminho, está mais que na cara, que eu não pertenço a você, e você não me pertence, eu espero que você encontre alguém de quem goste muito, e dessa vez, mas só dessa vez, faça a coisa certa, e não perca as oportunidades que a vida lhe dá.

Um adeus pra esse sentimento, mas vou lembrar com carinho de cada momento nosso, porque querendo ou não, foi tudo especial, enquanto eu ainda não tinha consciência do que era todo o sentimento dentro de mim.

Estou sendo bastante adulta em admitir pra você que eu te amei muito, mas amei tanto, que pensei que meu peito fosse explodir, mas você não soube segurar e então ele se quebrou, amor a gente só sente uma vez por cada pessoa que encontramos, depois disso vira apenas ressentimentos, eu queria que ainda estivéssemos lada a lado conversando e rindo de tudo, sobre a vida, sobre nós, mas acho que enquanto você não se resolver emocionalmente, nunca que seremos felizes, mas agora tanto faz sabe, um coração quando se quebra, por uma determinada pessoa, ele não se refaz, você pode ter a mais super cola do mundo, meu amor por você jamais vai ser igual como naquele tempo... entenda isso e se despeça de mim por favor, me deixe ir, porque eu to deixando você ir....Adeus!!

domingo, 13 de setembro de 2015

Sabe quando dá tudo errado?

O ponto é, passar um dia todo no cabeleireiro, pra sair linda de lá, e depois de cinco minutos vem uma chuva, que você não sabe explicar de onde ela surgiu, e que você fez todo esse trabalho de ficar “lindona”, pra um garoto que nem nota sua presença direito, tá, okay, ele não é tudo isso, e eu nem devia tá tão mal por causa dele, o fato é, EU ESTOU CARAMBA!!!!!!
É assim, você conhece uma pessoa, conversa com ela dois segundos da sua meia aula de geografia analítica, sai correndo logo depois deixando ele lá sentado na sala de aula, porque você, já está brevemente atrasada, pra uma aula de física quântica, que aliás você odeia, mas precisa tirar pelo menos um C+ pro seus pais poderem deixá-la ir num maldito show que você nem comprou os ingressos, mas que já deu certeza pra “Best friend” que irá, e assim ele fica naquela sala de geografia analítica sozinho, pensando que aquela menina é uma louca... Obrigada vida, tá me ajudando muito!!!!

Deu tudo errado, meu cabelo virou uma bosta, pior do que era antes quando ele me conheceu, cheguei atrasada pro cinema, toda ensopada, e ele ainda me oferece seu casaco,(momento fofura) que eu acidentalmente, “querendo mesmo”, levo comigo para casa, acabo dormindo com ele, o que não é nada natural da minha parte, e fico cheirando ele, como se fosse o melhor cheiro do mundo, e pego no sono, isso é amor?

VISSHHH TOOOOO FUUUUUU VLW VIDA NOVAMENTE!!!!

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Voltando depois de algum tempo refletindo sobre tudo...

Nem toda forma de amor é válida, mas tudo pode se encaixar, se você deixar acontecer...

Já faz alguns dias que eu venho observando muito as pessoas, seja dentro do ônibus, nas ruas, ou até mesmo no trabalho, e percebo que todas elas, já estão tão viciadas em tecnologias, que é como se já fizesse parte delas, eu por sua vez, prefiro manter meu livro embaixo do braço, e um bloco de anotação na mochila, ainda planejo uma maneira de querer levar minha máquina de escrever comigo pra todo lugar que vou.
Mas é, as pessoas estão sempre lá, deslizando seus dedos naquelas telas minúsculas, ou gigantescas, tanto faz, o fato é, sobra tempo pra se fazer o que gosta?
Eu tenho uma seguinte teoria, se você está tão ocupado assim, mexendo em seu telefone celular de última geração, que não lhe sobra tempo nem pra respirar, como espera, que tenha amigos?Ok, eu sei que eu também não tenho amigos, mas também não ando com as tecnologias agarradas em mim... Verdade precisa ser dita amigos, tecnologia não lhe serve de nada, se não consegue nem ir ver seu amigo de longa data que faz anos que não o vê, "qualquer coisa manda um oi no seu face" bla bla bla...mudando de assunto, você viu como aquele céu está azul hoje? Então, experimenta olhar pra ele de vez em quando, e larga essa porcaria por um segundo neh...
Carrego na mochila, alguns sonhos, e gostaria de compartilhar com o mundo, estejam abertos a novas vistas!


(Foto por mim mesma)